Boas ideias de pisos para você deixar a casa mais bonita

Olá pessoal, como estão todos? Espero que bem! :)

Há algum tempo atrás estava pensando aqui: o que faz uma casa ser bonita? São os móveis? A decoração em si? A pintura? Paisagismo? Ou tudo isso integrado? É claro que a resposta é a última, e foi pensando assim que pude notar que cada detalhe que vamos moldando ao ambiente vai fazendo com que ele ganhe mais estilo, beleza e personalidade.

Dentre tantos detalhes que devemos nos “preocupar”, gostaria de evidenciar um: o piso. Ele tem uma função VITAL dentro do ambiente e pode tanto modernizar o local quanto derrubá-lo, isso tudo dependerá da escolha e para que a segunda opção não aconteça com você, resolvi preparar algumas dicas e também fotos como exemplo para você se inspirar.

Exemplo de uma cozinha com piso bem escolhido.

Exemplo de uma cozinha com piso bem escolhido.

 Porcelanato: a bola da vez

Esse tipo de piso é o que há de top no mercado atualmente, analisando, claro, o estilo e o custo benefício. Esse tipo de piso cai bem em absolutamente TODO ambiente e por isso passou a fazer tanto sucesso assim de alguns anos pra cá, além de passar uma impressão muito positiva por ter esse aspecto mais “moderno” e “brilhante”.

Como uma imagem fala mais que mil palavras separei aqui alguns ambientes que se utilizam do piso de porcelanato, e sinceramente, acho que vale muito a pena, olha só esses exemplos.

Dentro do quarto esse estilo fica bem legal, principalmente pelo luxo e exclusividade proporcionada. Eu, particularmente, indico pisos mais claros, talvez com o rodapé mais escuro, mas o piso em si fica legal mais claro. Veja um exemplo que preparei de um quarto que utiliza porcelanato (clique na foto para aumentá-la):

quarto-com-porcelanato

Se no quarto como mostrado acima o resultado é positivo, imagine só na sala, que é um local onde a originalidade e sofisticação devem estar sempre presentes? Esse é o cômodo onde esse tipo de piso é mais utilizado, e você pode descobrir o motivo aqui nessa foto:

sala-com-piso-porcelanato

Viram? O estilo dele com a sala combinam, parecem que foram feitos um para o outro, fica aí a dica. Partindo para outro cômodo temos o banheiro, onde muita gente não enxerga o porcelanato nele como uma boa opção, porém isso é tabu, se bem adequado e escolhido o ambiente fica interessantíssimo. veja:

porcelanato-no-banheiro

Se você acha que só poderá usá-lo dentro da casa está enganado, há locais externos como garagens, áreas de lazer e até mesmo um pequeno espaço do quintal onde o porcelanato pode combinar legal, olha só esse exemplo como fica bacana, principalmente pelo fato dele imitar o estilo mais “rústico”:

porcelanato-exterior

Gostaram? Usariam ou não? Bem, por último quero citar a cozinha, que é um ambiente bacana onde muita gente já está está implementando o uso de porcelanato, principalmente quem quer trazer modernidade ao local,veja um exemplo desse porcelanato claro, que chega até a brilhar, trazendo um aspecto muito positivo para a cozinha:

cozinha-com-porcelanato

Uma cor diferente pode ser a solução

Em muitas residências que vejo encontro apenas pisos comuns, cores comuns, sem nenhum tipo de ousadia, e pra mim isso é um erro grande, afinal vários locais desse tipo poderiam ficar muito mais bonitos se fosse trocado apenas o piso por um colorido, ou com uma cor menos usual e mais intensa, incrível né?

Preço exclusivo para leitores do site. Aproveite!

Preço exclusivo para leitores do site. Aproveite!

Esse estilo de piso ainda não faz muito sucesso, mas percebo que aos poucos ele vem chegando, espero que se firme no mercado brasileiro.

Quero começar com uma cor que pode ou não ser intensa, dependerá do estilo que você escolher: o amarelo. Existem pisos onde o amarelo é bem chamativo, esses são ideais para ambientes descontraídos, como existem pisos onde o amarelo é bem suave, que combinam mais com quatros, escritórios e cozinhas. Veja um exemplo de cada:

piso-amarelo

piso-amarelo-suave

Agora, você já tem certeza do que quer eu recomendo a utilização do vermelho, que é uma cor intensa e combina com várias outras cores como o branco, o preto e o cinza. Isso é bom pois facilita na decoração, mas tome cuidado para não exagerar. Tome como base essa foto que separei aqui de um bom uso da cor:

piso-vermelho

Uma cor muito famosa é a “cor de areia”, ou bege. como também é conhecida. Esse estilo suave fica bem legal em todo canto da casa, eu recomendo muito, já que ela não tem contra indicação nenhuma e cai como uma luva na hora de decorar, facilitando muito futuros trabalhos. Veja uma foto desse piso em um cômodo:

piso-cor-de-areia

Deixei para falar por último dos pisos coloridos, pois eles merecem um atenção especial, já que possuem o poder de levantar ou derrubar um ambiente. Por quê eu disso isso? Pois se você pensa em adequá-lo, em qualquer local que seja, precisa levar em consideração o restante do ambiente e perceber se não o sobrecarregará, caso o local esteja bem “morto” o uso do piso colorido fica liberado. Veja dois exemplos da utilização correta:

piso-colorido

piso-vinilico-colorido

Cada local precisa do seu tipo de piso

Já encontrei gente que coloca piso interno em partes fora da casa, e pasmem, o contrário também. Sendo assim, é sempre bom lembrar que cada cômodo demanda o seu próprio piso, no quarto o modelo tem que ser específico para ele, na garagem a mesma coisa e por aí vai. Quando adaptamos um piso que realmente é o ideal para aquele ambiente não deixamos somente o local mais bonito, porém mais seguro.

Foi com esse lapso que resolvi deixar aqui em baixo bons exemplos de pisos específicos para cada ambiente, veja só como o resultado final é outro, e visivelmente, fica mais interessante.

A garagem é um ambiente onde as pessoas não valorizam tanto, ou pelo menos era, hoje em dia isso parece estar mudando, tanto que encontramos no mercado pisos exclusivos para o ambiente, que são mais resistentes e ao mesmo tempo bonitos, cumprindo exatamente a sua função, veja essa foto:

piso-para-garagem

Falando em garagem, podemos encontrar também nas lojas os pisos externos, que são feitos justamente para você adequar em locais fora da casa, com o passar do tempo eles foram se adequando a nossa realidade e hoje temos uma leva bem interessante deles, como exemplo, separei um bem bonito:

piso-externo

Bacana, não é? Outro estilo de piso: para jardim. Isso mesmo, jardim. Não é pelo fato de você ter um jardim que ele não utilizará piso, é claro que você deve usar um exclusivo e que combine com o local, e caso use, saiba que existe modelos específicos, como esse aqui:

piso-para-jardim

Indo para a parte de dentro da casa e falando a respeito da sala temos pisos específicos para ela também, mas não é qualquer um, são pisos que se encaixam e moldam de uma forma bem interessante em salas pequenas, interessante, não é? As empresas estão pensando também nas casas com o espaço reduzido, veja como fica o resultado:

piso-para-sala-pequena

Outro exemplo legal é o piso vinílico, principalmente para o quarto, onde ele cai como uma luva. Os valores desses pisos tendem a ser mais altos, porém, o resultado final impressiona como esse exemplo que casou muito bem com a proposta do ambiente:

quarto-com-piso-vinilico

E por último e não menos importante temos uma opção específica para o banheiro: o antiderrapante. Em um local que está constantemente molhado é fundamental prezar pela segurança, principalmente se tivermos pessoas idosas na casa. Esses pisos são bem seguros e ainda são bonitos, veja só:

piso-antiderrapante-para-banheiro

Bem pessoal, por hoje é só pessoal, espero que aproveitem essas dicas e lembrem-se: o piso fala muito dentro do ambiente, não deixe ele de lado, priorize-o e tenha resultados surpreendentes e interessantes dentro de qualquer cômodo da casa. Qualquer dúvida e/ou sugestão só comentarem aqui em baixo, responderei o mais breve possível ou se quiserem é só curtir a nossa página do Facebook aqui do lado! Abraços! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>